100_Mãe - Pausas e vírgulas

Pausas e vírgulas
Parou?...Parou por quê?
Quem, eu..? Imagina...
Vírgula !
Pausas e vírgulas
Ir para o conteúdo
LITERATURA > 2_Poesia_P > 2b_Tatiane_P > 2023_Tati_P > 5_Maio_23_Tati_P
LITERATURA > Poesias
14/05/2023
Tatiane Sancho
Meus Poemas, para sonhar e realizar

* * * * * *
Mãe
Ser insuperável
Incomparável
Adorável...
Aqueles nove meses inesquecíveis
Quando seu amor me alimentava
Os carinhos e afagos eram imperdíveis
E você, a cada instante, me amava...
Passados tantos anos
Por mais desavenças que possam existir
Você continua ali, me ensinando a viver
E eu aqui, me esforçando para crescer
Mulher vaidosa, generosa, fabulosa
Alegre, criativa, confidente
Excepcional, ativa, sorridente
Uma pessoa maravilhosa!
As palavras são tão poucas
Para expressar o meu amor
Por isso, te faço um poema
Delicado como uma flor
Hoje estou aqui, na sua frente
Sorrindo, agradecida pela vida
Ah, mãe! Se não fosse por você...
 
Te amo!

* * * * * *

* * * * * *

Tema musical
Canção de ninar da floresta
Música e imagem são do site pixabay
* * * * * *
Para ouvir este poema na doce voz de
Tatiane clique > AQUI <
* * * * * *
Pausas e vírgulas

Contato
pausasevirgulas@gmail.com
Voltar para o conteúdo